Palácio Gustavo Capanema será um dos palcos do Congresso Mundial de Arquitetos de 2020

O Palácio Gustavo Capanema, localizado no Rio de Janeiro, servirá oficialmente como uma das instalações do 27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2020RIO. Uma das obras mais importantes da arquitetura moderna no mundo, o prédio é também um marco na constituição da escola carioca de arquitetura moderna.

Antes do evento, o palácio passará por uma restauração de R$ 42 milhões, recursos do PAC Cidades Históricas e Iphan. “O edifício é reconhecido não só aqui no Brasil, como patrimônio histórico nacional, mas internacionalmente, como um dos grandes exemplares da arquitetura moderna”, lembrou o presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães.

Conhecido como o prédio do MEC, o palácio foi o primeiro edifício público do Brasil com as principais características da arquitetura moderna, como o uso de pilotis, planta livre, terraço-jardim, fachada livre e janelas em fita. Sob liderança de Lucio Costa, participaram da concepção do projeto arquitetônica do edifício nomes como Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Ernany de Vasconcelos e Jorge Machado Moreira, com a consultoria de Le Corbusier, além de nomes das artes e do paisagismo como Burle Marx, Cândido Portinari, Bruno Giorgi, Adriana Janacópulus, Celso Antônio e Jacques Lipchitz.

Fotos e informações: CAU/BR

Mais de Equipe eleoneprestes.com

Clássico e moderno, juntos e em paz

Este foi o mais recente de vários trabalhos já realizados pela arquiteta...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *