Mulheres na Arquitetura 2018

Inúmeros prêmios consagram arquitetos e designers no mundo todo. Neste ano, destaque para algumas premiações e seus vencedores, como as arquitetas que ganharam os famosos The Architectural Review e The Architects ‘Journal’s 2018 Women in Architecture. O primeiro título de 2018, chamado de Arquiteta do Ano, foi entregue à peruana Sandra Barclay, em Londres. Sandra é co-fundadora do escritório Barclay & Crousse, com sede em Lima, e foi reconhecida pela proposta do Museu de Arqueologia do Sítio de Paracas, no Peru.

Outra vencedora do prêmio Mulheres na Arquitetura 2018 foi a arquiteta e fundadora da AL_A, Amanda Levete. Ela conquistou o Prêmio Jane Drew deste ano, enquanto a arquiteta paraguaia Gloria Cabral foi selecionada como vencedora do Prêmio Moira Gemmill para Arquitetura Emergente, sendo ambas reconhecidas pelo júri pelo seu domínio de materiais. Já a profissional Madelon Vriesendorp recebeu o Prêmio 2018 Ada Louise Huxtable.

Reconhecimento em território nacional

No Brasil, a Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) anunciou a relação dos vencedores do 13º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano e do Prêmio FNA 2018. Neste ano, os profissionais premiados são a arquiteta e urbanista Carina Guedes, que desde 2013 encabeça o projeto ‘Arquitetura na Periferia’ em Belo Horizonte (MG), na categoria Setor Privado; os sócios Franthesco Spautz, Paola Maia, Taiane Beduschi e Karla Moroso, da AH! Arquitetura Humana, escritório de Porto Alegre (RS) que atua na promoção de políticas voltadas à Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social, na categoria Setor Público. A entrega dos prêmios aos vencedores ocorrerá no dia 23 de novembro, durante a programação do 42º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (Ensa), em Brasília.

A Escola da Fazenda Canuanã, em Formoso do Araguaia, no Tocantins, recebeu o prêmio de Melhor Edifício de Arquitetura Educacional do mundo (Building Of The Year 2018). O projeto foi pensado pelo Instituto a Gente Transforma, do designer Marcelo Rosenbaum, em parceria com os arquitetos do escritório Aleph Zero, Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes. A dupla disputa o prêmio internacional de arquitetura no Reino Unido, chamado Riba International Prize. A construção serve de moradia para até 540 estudantes de uma escola rural em um local muito remoto do País.

Oportunidade para mostrar talento e criatividade

Quem quer fazer parte deste seleto grupo, tem até o dia 28 de setembro para participar do concurso realizado pela Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA). As inscrições estão abertas para o 10º Prêmio de Arquitetura da instituição. Serão oito categorias, como edifícios comerciais, edifícios e conjuntos residenciais e edifícios institucionais. A divulgação oficial dos vencedores e a entrega dos prêmios será realizada em novembro.

Mais de Equipe eleoneprestes.com

ArchDaily lista seis escritórios brasileiros de arquitetura entre os melhores do mundo

Seis escritórios brasileiros fazem parte de uma seleção dos melhores arquitetos contemporâneos...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *