Patricia Urquiola assina expansão do Hotel Il Sereno no Lago di Como

Sala da ala nova do Hotel Il Sereno, projeto de Patricia Urquiola
A paisagem do Lago di Como faz parte do interior da nova penthouse do Hotel Il Sereno, com expansão projetada por Patricia Urquiola (Fotos Divulgação)

Dolce Vita e modernismo italiano inspiraram a arquiteta Patricia Urquiola a criar o projeto de expansão do Hotel Il Sereno Lago di Como que tem paisagismo do botanista Patrick Blanc. Inspiração perfeita e dupla idem com parceria mantida neste segundo momento do empreendimento. O hotel, inaugurado em 2018, foi a primeira construção contemporânea em meio aos palazzos neoclássicos de Como. É um lugar inesquecível. Se tem uma paisagem em que se sonha estar neste momento que o mundo está vivendo, para quem conhece o hotel, é em uma varanda do Il Sereno, contemplando o Lago di Como, tomando um drinque. De preferência, tendo chegado lá pelo lago. Ou saindo para um passeio pelo lago a bordo de um dos barcos do hotel, claro. Para quem não conhece e pode viajar até a Itália ou pelo país, eu digo: prepare-se para perder o fôlego; em junho abre a ala nova do hotel.

O Il Sereno Lago di Como ganha nesta expansão um novo edifício adjacente, que inclui uma incrível penthouse, assinada pela arquiteta e designer de interiores em mais uma colaboração para o grupo Sereno Hotels. Na fachada abaixo da grande suite penthouse, surgem jardins verticais do botanista francês Patrick Blanc, que havia participado de três projetos no hotel original – Le Canyon, Les Racines Echasses and Le Mirroir du Lac – paredes vivas que podem ser vistas desde quem chega pelo lago.

Penthouse

Com inauguração prevista para junho, no auge do verão europeu, a penthouse terá acesso por um elevador exclusivo, varanda  de 30 m2 e área interna de quase 150 metros quadrados, que inclui quarto para até quatro hóspedes, sala de estar e dois banheiros – todos emoldurados por janelas que vão do chão ao teto inserem o lago e montanhas no ambiente.

Conforto com o design de Patricia Urquiola
Conforto com o design de Patricia Urquiola. O painel de pedras Verdi Apli dialogam com o verde natural que forma um quadro vivo como tantos possíveis de contemplar do hotel Il Sereno di Como

Design e materiais

O design de interiores do novo edifício tem como base o projeto original do Il Sereno, com os mesmos materiais, acabamentos e proporções. A nova penthouse, contudo, apenas se difere nos detalhes inspirados no glamour italiano do pós-guerra, com muitas referências regionais do Lago, a exemplo das famosas sedas produzidas no local. Urquiola aplicou as sedas – que na década de 1950 eram muito usadas como écharpes pelas mulheres que circulavam pelas redondezas – nas almofadas, estofados, com motivos que retratam a paisagem do Lago. Para a designer espanhola, era particularmente importante que tudo fosse adquirido nas proximidades. O Laggo di Como é o primeiro lugar no mundo ocidental onde sedas foram tecidas, após o mercador romano Marco Polo ter trazido a novidade da China no século 11. Hoje o Lago di Como é ainda um centro mundial de produção da seda de alta qualidade.

Banheira com design de Patricia Urquiola
Banheira Lariana, com design de Patricia Urquiola para o Il Sereno contracena com a paisagem

Criações da própria Patricia Urquiola tomam frente, entre a fabulosa banheira Lariana, desenhada exclusivamente ao Il Sereno e distribuída pela Agape, ou a cadeira Ludo, vendida pela Capellinni – ambas misturadas a marcas clássicas como Franco Albini, Gio Ponti, e outras peças emblemáticas do design italiano contemporâneo.

A equipe usou materiais nobres como revestimentos de madeira Canaletto, paredes de pedra Verde Alpi; e pisos replicando os terrazzos venezianos com pastilhas Ceppo di Gre. Revestimento de pedras Verdi Alpi colorem a sala de estar.

Dormitório da nova penthouse do Il Sereno no Lago di Como
Dormitório para sonhar acordado da nova penthouse do Il Sereno no Lago di Como

Quem se hospedar na penthouse e nas demais novas suítes poderá utilizar toda a estrutura já existente do Il Sereno Lago di Como, entre o restaurante Berton Al Lago, premiado com 1 estrela Michelin logo em seu primeiro ano de funcionamento e o spa localizado na dársena centenária, com seus tratamentos e terapias da grife de cosméticos suíça Valmont. Além da estrutura de lazer do hotel: a piscina de borda infinita sobre o lago, e aproveitar os passeios a bordo de um dos três tradicionais barcos de passeio Cantiere Ernesto Riva – prontos para transportar os visitantes até os encantadores vilarejos do entorno, e outros pontos de interesse como a Villa Pliniana – palazzo do século 16 também administrado pelos Sereno Hotels, exclusivo para eventos e reservas de grupos e famílias.

“Estamos contentes em voltar a aplicar a simplicidade do conceito com a opulência na execução – elementos que definem as propriedades Sereno Hotels. Tem sido desafiador neste contexto de covid-19, mas estamos dando nosso máximo para poder receber os hóspedes que chegarão no verão”, diz Luis Contreras, proprietário da rede que cobrará a diária na nova suíte Penthouse no Lago di Como a partir de €3500.

ilsereno.com

Sobre o Sereno Hotels: somados ao Le Sereno, na ilha de St. Barthélemy, as propriedades Il Sereno Lago di Como e a Villa Pliniana, ambos em Como – forman o grupo hoteleiro de alto luxo. Refúgios intimistas de poucas acomodações, todas celebram o design e a atenção aos detalhes, o serviço sem exageros e as amenities diferenciadas definem a marca cujos hotéis são membros da The Leading Hotels of the World e Virtuoso.

Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Bienal vai além do Mercosul

De 6 de abril a 3 de junho estará aberta à visitação...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *