Paisagismo e interiores naturalmente integrados

Área social reformada em apartamento paulistano abre espaço para o verde e amplia convívio para o exterior (fotos Evelyn Müller)
Reforma abre apartamento paulistano para o verde (fotos Evelyn Müller)

Reforma na área social de um apartamento em São Paulo integrou os ambientes internos e escancarou o acesso ao jardim com paisagismo de Catê Poli através de portas de vidro. O layout do projeto da arquiteta Gigi Gorenstein abrange sala de estar com TV, jantar e um grande hall, com galeria de arte e adega climatizada. Para criar aconchego e personalidade no décor, adotou elementos do repertório e da memória afetiva dos moradores dentro do estilo contemporâneo.

– Eliminei excessos, apostei num mobiliário de linhas retas para transparecer leveza, escolhi uma base de tons neutros e usei objetos trazidos de viagens para acrescentar personalidade ao visual – diz a arquiteta.

Ambiente integrados, porém, setorizados, como o hall de entrada funcional
Ambiente integrados, porém, setorizados, como o hall de entrada funcional com adega

Pintada de verde-folha, a parede do hall prolonga no interior o colorido da área externa, além de emoldurar a escada que leva ao segundo pavimento. A tonalidade profunda também valoriza a trama da escultura de macramê Oslo, criação do Studio Drê Magalhães. Uma composição de obras de arte em outra parede revela o gosto dos moradores.

Como uma opção de estar, poltrona e banquinhos distribuídos pelo espaço junto à adega propõem uma desgustação de vinhos descontraída. As bebidas foram acomodadas no home bar projetado pela arquiteta em uma torre de marcenaria, produzida sob medida, equipada com adega e frigobar. Gigi utilizou a mesma linguagem vertical no desenho da cristaleira, executada por uma serralheria e fechada por vidro, para expor a coleção de taças do casal.

De perto, é possível ver o trabalho de macramê destacado sobre a parede inspirada no tom do jardim
De perto, é possível ver o trabalho de macramê destacado sobre a parede inspirada no tom do jardim
Adega climatizada e bar para apreciadores de vinho
Adega climatizada e bar para apreciadores de vinho
Cristaleira exibe a coleção de taças
Cristaleira suspensa exibe a coleção de taças

Na sala de TV, o estofado escolhido sugere a postura ideal para as sessões de filmes e jogos: com os pés para cima e bem à vontade. O sofá conta com um módulo em formato de chaise e um pufe solto, que pode ser acoplado ao conjunto ou não, trazendo versatilidade. Aqui, mais uma vez, Gigi faz referência ao paisagismo ao adotar tecido em tom de verde para revestir uma das peças.

Relaxamento no estofado junto à área verde, ideal para momentos de descontração
Relaxamento no estofado bicolor junto à área verde, ideal para momentos de descontração. Observe que o pufe solto pode ser afastado para mudar a configuração do móvel e ser usado em outro local

– Esse tipo de recurso enfatiza a conexão com a natureza, que está a um passo de distância. A sala se abre para um grande jardim e os espaços ao ar livre (foto ao alto), criados pela paisagista Catê Poli, onde os moradores encontram recantos de contemplação – explica Gigi.

Como a paisagem é a atração principal, houve o cuidado de limpar o visual da sala sem interferências de instalações eletrônicas, embutidos durante a reforma para não deixar a fiação à mostra. Acima do rack, a TV parece flutuar em frente à parede, que recebeu acabamento com efeito de cimento queimado. A programação na telinha também pode ser acompanhada por quem está na sala de jantar, mais ao fundo. Sobre o piso, o tapete com estampa chevron abraça o ambiente, garantindo unidade visual à sala. Os tons da peça seguem a paleta do restante do décor.

Nada de fios aparentes
Nada de fios aparentes

As portas laterais da sala dão acesso à varanda aberta, dividida em dois ambientes: cercada de cadeiras bordô, a mesa redonda é o local para cafés ao ar livre; pufes azul-turquesa, feitos de material próprio para resistir às intempéries, compõem uma área de estar sobre o piso drenante. O projeto do jardim da paisagista Catê Poli é composto por um mix de plantas de diferentes portes, tons de verde e texturas, como filodrendo ondulado, maranta charuto e bambu-mossô reto.

Conforto para curtir momentos ao ar livre
Conforto para curtir momentos ao ar livre

Para aproveitar melhor a entrada de luz vinda dos painéis de vidro do piso ao teto, a arquiteta fez uma mudança no layout da sala de jantar. Agora, a mesa retangular e o balcão com banquetas ficam paralelos à abertura para a área externa. No teto, a fileira de pendentes instalados acima do tampo segue a mesma orientação, o que ressalta a horizontalidade no ambiente. Pronta a acomodar oito convidados com conforto, a mesa tem tampo de vidro, material de fácil manutenção.

Sala de jantar para reunir família e amigos com assento para todos
Sala de jantar para reunir família e amigos com assento para todos. O tampo de vidro não pesa visualmente e se adapta melhor a qualquer estilo de decoração, conforme a escolha do pé da mesa

 

Sobre Gigi Gorenstein Arquitetura

Gigi Gorenstein é arquiteta e designer de interiores formada pela Universidade Paulista. Atua no mercado desde 1998 e, há 14 anos, está à frente de seu escritório próprio, o Gigi Gorenstein Arquitetura e Interiores, no qual desenvolve e acompanha de ponta a ponta projetos residenciais, de interiores e comerciais. Seus projetos de ambientes associam funcionalidade, estética e personalidade.

@gigigorenstein_arquitetura

Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Vamos passear pela Casa Cor RS?

Até 27 de agosto, ambientes com diversos estilos e funções formam uma...
Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *