Loft para se hospedar em SC no inverno e no verão

A CASA AMARELA - FLORIANÓPOLIS
Recanto formatado para acolher hóspedes de quinta a domingo em Floripa (Fotos Divulgação)

Aconchego no inverno e no verão perto do mar, com aquele clima romântico de serra e a descontração de estar junto ao verde. Esse refúgio foi executado pelas designers de interiores Vanessa Buonomo e Gabriela B. Dutra, do Infinitah! Projetos. Ambas sintonizaram na mesma frequência de afetividade que transborda da vida e obra da idealizadora Luciana Andrade e aceitaram configurar o seu loft de A Casa Amarela para funcionar como um hotel de final de semana estendido. Junto à casa, na Barra da Lagoa, a 40 quilômetros do centro de Florianópolis (SC) projetaram também um ateliê permanente para Luciana e seus convidados criativos (veja agenda no final).

A CASA AMARELA EM FLORIPA
Loft para receber um casal na Casa Amarela

Para fazer um loft destinado a receber hóspedes a partir da casa, foi usada a área da frente da construção preexistente com a redução de parte da ampla garagem para ampliar o dormitório. Assim, as profissionais do Infinitah! Projetos aproveitaram os 3,5 metros quadrados para encaixar a cama em uma caixa de madeira que emoldura a área de descanso e aquece o ambiente de 14,27 metros quadrados. No teto, a madeira original foi revitalizada, palavra que marca diversas propostas colocadas em prática pelas designers de interiores.

Integração 100% no loft
Integração 100% no loft para finais de semana estendidos

Ao lado, o banheiro de 8,72 metros quadrados e pé-direito duplo compartilha do mesmo piso nivelado do quarto, de porcelanato com aspecto de cimento queimado, tom da bancada de alvenaria com uma cuba de pedra-sabão acompanhando o tom cinza. Onde há cor na pintura da suíte, além da parede original de tijolos à vista pintados de branco, o verde entra em cena em mais de um tom. Tudo sob uma iluminação quente para contribuir com o clima proposto.

Aconchego garantido
Aconchego garantido
suíte completa
Suíte completa

Para o conforto dos hóspedes, há split para a climatização do ambiente, frigobar, micro-ondas e um recanto para refeições rápidas ou um chá feito na chaleira elétrica, junto à janela nova com vedação acústica total, produzida tal qual uma das preexistentes. Com a formatação do loft, foi excluída uma abertura para que o banheiro antigamente voltado para a área externa se conectasse ao dormitório. Pelo novo projeto, o acesso ao banheiro não tem porta, é uma abertura, ficando fechada apenas a área da bacia sanitária.

Recanto do loft na Casa Amarela
Recanto do loft na Casa Amarela

O casal que se hospeda no loft da A Casa Amarela pode desfrutar da sala da casa, com lareira, e da área externa coberta que abriga uma mesa de refeições à espera das guloseimas que saem da cozinha, decorada por Luciana. No jardim, é montado um cinema com telão à noite. Essa área externa teve a consultoria das designers Vanessa e Gabriela que admitem a casa estar ainda em processo de transformação.

Área externa da Casa Amarela em Floripa
Área externa da Casa Amarela em Floripa

Lareira para reforçar o cliima de romance

Lareira para reforçar o cliima de romance

Velas pontuais na mesa cheia de detalhes
Velas pontuais na mesa cheia de detalhes
A mesa posta criada por Luciana é um dos atrativos
A mesa posta criada por Luciana é um dos atrativos
Cada detalhe reforça o cllima de acolhimento proposto por Luciana para receber hóspedes
Cada detalhe reforça o cllima de acolhimento proposto por Luciana para receber hóspedes
Detalhes que demonstram afeto ao receber
Detalhes que demonstram afeto ao receber

 

Entorno para curtir a natureza e relaxar
Entorno para curtir a natureza e relaxar

Com a autenticidade de uma morada construída há décadas pelo pai italiano e a mãe alemã de Alessandro, carrega também a rusticidade e a simplicidade de um pequeno castelo – tudo a ver com sua história de família. Isso trouxe consigo um teor masculino, ao qual Luciana acrescentou feminilidade e afeto. Tudo sem retirar do espaço a sua verdadeira identidade, desde o nome, surgido da cor amarelo ocre da construção.

Carinho em todos os elementos da composição
Carinho em todos os elementos da composição

Com o luxo de ser único, o loft da Casa, pensado para receber um casal em um espaço projetado por uma dupla de designers de interiores, abraça os visitantes, recebidos de quinta a domingo por Luciana Andrade, a idealizadora do refúgio e um misto de designer de moda e décor. Os mimos dela configuram a essência da casa, envolta em mantas de lã e almofadas únicas, mas vale lembrar os do seu marido, Alessandro Bulgarini d’Elci, que prepara uma carne na pedra caxambu no fogo de chão em meio à experiência de estar em um cenário que lembra o de um filme.

Trabalhos de Luciana Andrade aquecem a Casa Amarela
Trabalhos de Luciana Andrade aquecem a Casa Amarela
Trabalho em lão é um dos pontos fortes de Luciana, ou o mais evidente
Trabalho em lão é um dos pontos fortes da anfitriã Luciana, ou o mais evidente

Os trabalhos de Luciana encontram-se dispostos pela casa construída por seu sogro junto com os filhos, já crescidos, há cerca de 40 anos, “muito rústica, quase inacabada”. Só para ouvir e se aquecer com as histórias de família já vale passar um final de semana prolongado na Barra da Lagoa. Isso sem falar no clima de romance.

Móveis tem história e a mão dos donos
Móveis tem história e a mão dos donos

Durante a pandemia, Luciana e Alessandro aderiram à tendência do “do it yourself” e entraram na execução da pintura nova de peças de família do ateliê. Muitos móveis foram reformados, outros simplesmente repintados com pátina branca, alguns ressignificados. Rosa pálido foi o tom escolhido para o ateliê, localizado no canto da área externa da casa. No ambiente, já ocorreram exposições, lançamentos de livros, cursos, talks e palestras.

Armazém do Atelier da Casa Amarela
Armazém do Atelier da Casa Amarela

Gabriela e Vanessa, duas jovens que deram uma guinada na vida profissional e já têm três CASACOR Santa Catarina no currículo como designers de interiores, tiveram a sensibilidade de entender que, para criar ainda o ateliê de Luciana, bastava dar “uma renovada” no acervo familiar, sem desprezar a memória afetiva. E, claro, projetar uma reforma para construir os sonhos da criativa.

Ainda é possível ter uma peça artesanal no armazém
Ainda é possível ter uma peça artesanal no armazém

Contatos:

048 998158240

@atelier_luciana_andrade

Guardião da Casa Amarela
Guardião da Casa Amarela
Não é uma graça?
Não é uma graça?

AGENDA CASA AMARELA:

Agosto

Cristiana Zalaquet Quadros: Vivência Coração Mulher

Vione Arizi – Relato de Experiências

Detalhes para contemplar
Detalhes e soluções para contemplar

Setembro

15 de setembro – Flávia Tronca: Bate-papo – A moda e a arte com professora convidada

Luciana Filomena: Oficina de velas

Lúcia Helena Vieira Moraes: Oficina de flores de tecido

Luciana Andrade (E na foto)
Luciana Andrade (E na foto)

Outubro

6 de outubro – Flávia Tronca (autora do livro Conexões entre Arte e Moda): Bate-papo – Processos, pensamentos e criatividade com Luciana Andrade e Letícia Portella

Graziela Morelli  Cynthia Hansen

Cozinha charmosa
Cozinha charmosa

Novembro

Bate-papo – Flávia Tronca: A estética e sua relações, com José Alfredo Beirão Filho

Décor rústico chique
Décor rústico chique

 

Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Tap room de cerveja artesanal simples e elegante

Considerado o primeiro tap room de cervejas artesanais da capital gaúcha, o...
Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.