Arte e design: tema de mostra em São Paulo

obras de arte em exposição
Obras de arte e design em exposição na Galeria Bolsa de Arte de São Paulo. Na parede, Heloisa Crocco (Fotos divulgação)

O olhar de obras de arte e de peças de design da Regina Galvão, jornalista e pesquisadora especializada em design resultou na mostra “É Arte? É Design?”, inaugurada ontem na Galeria Bolsa de Arte, na Vila Madalena, em São Paulo. Até 5 de dezembro, móveis, tapeçaria e objetos de 25 estúdios nacionais compõem a proposta da curadora de questionar a ampliação do campo artístico, agrupando peças que podem deixar em dúvida o rótulo que devem carregar, se arte ou design. Claro que as peças de autores de diferentes gerações deixam evidente como essas duas linguagens se contaminam e se fundem, colocando o design em uma fronteira sutil entre a experimentação artística e o compromisso com a utilidade.

Na parede, a obra em lã de Inês Schertel
Na parede, a obra em lã de Inês Schertel

O design se apresenta como um ato mais racional do que a arte, por carregar uma função em prol do benefício humano. Entretanto, esses projetos autorais expostos, que ficam entre o industrial e o manual, muitos de edições únicas ou limitadas, revelam uma liberdade criadora que desafia as convencionais regras de mercado e dão espaço para o campo poético, demonstrado em sutilezas como o contraste da madeira moldada em ondas com o rígido bloco de concreto, a renda produzida por mãos artesãs servindo de encosto à cadeira, a mesa de centro remetendo ao formato de piscina, martelos ganhando status de banco e o tronco torneado transformado em escultura e cadeira.

Arte e design

Nessa configuração, o público-alvo aqui se identifica com o comprador de arte, interessado em adquirir algo que instigue o olhar e propicie diferentes interpretações. “A exposição pretende mostrar que o diálogo entre essas duas áreas é possível e que há uma forte vertente do design brasileiro contemporâneo que explora com maestria esse caminho, conquistando a admiração além de nossas fronteiras”, afirma a curadora Regina Galvão.

Arte e design

Mas sempre quero saber como foi a gênese da coisa, neste caso, da exposição. E Regina Galvão não se furta a contar tudo, desde o começo. Este é um texto que faz parte da exposição:

Desde que comecei a cobrir o segmento de design e decoração, há 22 anos, acompanho com interesse esse debate. Os racionalistas, seguidores da escola Bauhaus, fundada em 1919 na Alemanha, insistem até hoje: a forma deve seguir a função.
Faz tempo, porém, que vejo a emoção ser inserida nos projetos dos profissionais que criam pensando em despertar sensações. E, é assim, pela emoção, que surgem curvas inesperadas em poltronas; técnicas ancestrais são resgatadas para confeccionar artefatos contemporâneos; embalagens descartadas ganham vida nova em itens reluzentes.
Em geral, são peças únicas, numeradas ou de edição limitada, mas já é possível também encontrar traços esculturais na produção da indústria.
Esta exposição, com obras de diversos materiais de 25 estúdios de design brasileiros, apresenta um recorte desse universo, no qual a fronteira entre arte e design se entrelaça. Convido você a apreciar esse rico conjunto sem julgamento prévio, para depois me responder: o que é arte, e o que é design?

Autores

Participam da mostra Bianca Barbato (luminárias série Lixo), Brunno Jahara (vasos Bicho), Carol Gay (espelho Alma), Claudia Moreira Salles (mancebo Stand By), Domingos Tótora (série Abissal), Estúdio Rain (mesas Piscina), Fernando e Humberto Campana (rede Campana/Fellicia), Giácomo Tomazzi (mesa Maria), Heloísa Crocco (painéis Série Texturas), Hugo França (banco HF), Inês Schertel (vasos Volteio e Despacito e tapeçaria Tríptico), Leo Capote (banco Sem Assento), Paula Junchen (cerâmica Vulcão), Paulo Goldstein (bar Faber), Pedro Franco (cadeira Fla), Rodrigo Almeida (cadeira Nagô), Ronald Sasson (poltrona Fluid Wood), Rodrigo Ohtake (banco Esfera), Rodrigo Silveira (Da árvore à cadeira), Vivian Coser (vaso Storm) e Zanini de Zanine (banco Tria).

 

Serviço:

O que: Exposição “É Arte? É Design?” | Curadoria: Regina Galvão

Quando: de 3 de novembro a 5 de dezembro de 2020. Terça a sexta – 13h/17h. Sábados – 12h/16h.

Onde: Galeria Bolsa de Arte: Rua Mourato Coelho, 790 – Vila Madalena, São Paulo. Tel. (11) 3812-7137.

www.bolsadearte.com.br | Ambiente acessível

* A Galeria Bolsa de Arte segue todos os protocolos sanitários de biossegurança. Obrigatório

uso de máscara. Controle no limite de visitantes *

 

Depois de estrear em evento virtual em Milão, a poltrona Fluid Wood (2020), assinada por

Ronald Sasson, será apresentada pela primeira vez no Brasil.

Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Ikebana na Japan House

DŌ – A Caminho da Serenidade é a mostra sobre a prática...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *