Dia do professor: conheça três educadores que lançaram livros sobre Arquitetura em 2018

Muitos arquitetos dedicam parte da carga horária para ensinar. Por isso, neste Dia do Professor, conheça três profissionais da área que, além de terem experiência em sala de aula, lançaram livros sobre Arquitetura em 2018.

Guilherme Wisnik
Escrita pelo professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP), Guilherme Wisnik, e pelo doutor em Arquitetura pela mesma instituição, Diego Matos, a obra Cildo – Estudos, Espaços, Tempo foi lançada neste ano e indicada para o Prêmio Jabuti 2018. O livro, de cerca de 300 páginas, aborda a obra de Cildo Meireles, um dos mais importantes artistas brasileiros em atividade, “talvez o mais relevante no que se convenciona chamar de arte contemporânea”, segundo o site da editora Ubu, responsável pela obra. Com trabalhos expostos nos principais museus do mundo, como Tate Modern, New Museum, Reina Sofia, Pompidou e Inhotim, Cildo caracterizou-se por experimentações que mobilizam sentidos além da visão, como audição, olfato, tato e paladar (como o ambiente vermelho da foto acima), “propondo também reflexões sobre raciocínios lógicos e matemáticos e questões conceituais de fundo filosófico”, completa a página da editora.

Marina Grinover
Professora da Fundação Armando Álvares Penteado, da Instituição de Ensino de Arquitetura Escola da Cidade e da Universidade de São Paulo (USP), Marina Grinover lançou neste ano a obra Uma ideia de arquitetura – escritos de Lina Bo Bardi. Editada pela Annablume Editora, com o apoio do Instituto Bardi, a publicação traz uma análise da obra escrita da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992), que colaborou para a difusão da arquitetura moderna brasileira, construindo uma cultura urbana baseada nas vanguardas europeias.

Günter Weimer
Neste ano, o arquiteto e professor Günter Weimer lançou a obra Arquitetura Indígena – Sua Evolução desde suas Origens Asiáticas. Com quase 400 páginas, o livro aborda a história e as manifestações culturais dos povos nativos, principalmente os das Américas. Ilustrada pelo autor, a obra é um estudo antropológico que possui um glossário de quase 150 termos indígenas utilizados na arquitetura brasileira.

Fotos: Editora Ubu e Estante Virtual 

 

Tags da matéria
,
Mais de Equipe eleoneprestes.com

Clássico e moderno, juntos e em paz

Este foi o mais recente de vários trabalhos já realizados pela arquiteta...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *