Carnaval no Rio: Zanini de Zanine expõe trajetória de design no MAM Rio até 18 de fevereiro

Exposição Zanini de Zanine – Design Experimental no Museu de Arte Moderna
Exposição Zanini de Zanine – Design Experimental no Museu de Arte Moderna

Nem só de folia pode ser o Carnaval deste ano: a exposição que começou dia 9 de dezembro de 2017 vai até 18 de fevereiro de 2018: 15 anos de obras de design de ZANINI DE ZANINE estão reunidas na mostra DESIGN EXPERIMENTAL no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio), com arquitetura de 50 anos projetada por Affonso Eduardo Reidy, em pleno Flamengo. Dá até para dar uma caminhada no entorno do museu.

Com a curadoria de Tulio Mariante, a seleção de obras do premiado designer chega a 40 criações com grande significado na carreira de Zanini e mais três itens de mobiliário inéditos: poltronas Marmo e Meka e banco V, este será incorporado ao acervo permanente do museu.

– Esta é uma grande oportunidade de aproximar o grande público do design nacional. As peças foram selecionadas pelos diferentes processos e linguagens que usei nesses anos, o que permite mostrar o conjunto de erros e acertos do período – diz o designer.

Para o curador da exposição, Tulio Mariante, Zanini desenvolveu um estilo contemporâneo, em um universo de experimentação e pesquisa que se movimenta entre o design e a arte:

– Apesar de sua predileção pela madeira, ele experimentou um universo de formas e materiais: alumínio, plástico injetado, aço inox, latão, vidro, entre outros. O resultado é um olhar inquieto e único, que o consolidou como um designer inovador e original – ressalta.

Mostra de Zanini de Zanine no MAM Rio
Iluminação cênica cria certa dramaticidade para dar solenidade às peças escolhidas pelo curador (fotos Divulgação, Studio Zanini)

Premiações de Zanini de Zanine e obras em acervos de museus e em parceria com grandes marcas internacionais confirmam o DNA herdado do pai, o multitalentoso e consagrado arquiteto, moveleiro, designer e escultor José Zanine Caldas. Zanini de Zanine nasceu no Rio de Janeiro em 1978, onde permanece radicado até hoje e mantém o seu Studio, mas coleciona reconhecimento e prêmios internacionais por seus méritos como designer e por sua importância no cenário do design contemporâneo, inclusive de instituições ligadas a arte. Então é justo e coerente que esta exposição comemorativa dos seus 15 anos de criações de design seja acolhida por um museu de arte, com a devida curadoria e museografia.

Até agora Zanini recebeu 23  premiações. Vale citar o Design Excellence Award New Generation, em que foi o único brasileiro homenageado em 25 anos de premiação no Philadelphia Museum of Art, e o IF Design Award. Mas Zanini mereceu também o título de Designer do Ano pela Maison&Objet Americas em 2015 e os importantes destaques nacionais como do IDEA Brasil e do Museu da Casa Brasileira (MCB). Obras do designer fazem bonito nos acervos permanentes do Museu Histórico do Rio de Janeiro, do Museu do Design e da Moda de Lisboa (MUDE) e no Philadelphia Museum of Art. Isso sem falar que tem o aval mercadológico de grifes como as italianas Cappellini, Slamp e Poltrona Frau, a francesa Tolix e a norte-americana Espasso para as quais assinou peças com a sua marca criativa.

Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Luminárias KiiRO: energia das cores à luz do design

Na língua japonesa a palavra KiiRO pode ser traduzida, de maneira romântica, como...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *