Conforto e serenidade no consultório de psicanálise em Passo Fundo

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes-4

As regras não são escritas e muito menos rígidas, mas conforto, serenidade e uma certa solidez, capaz de transmitir confiança e estabilidade, parecem indispensáveis quando se fala em um local apropriado para atendimento psicanalítico. Outro fator inegociável é a privacidade, por isso, o isolamento acústico foi uma das preocupações da arquiteta Carla Almeida no projeto deste consultório novo, com 40 metros quadrados, em Passo Fundo.

carla-almeida-eleone-prestes-Rafael-Czamanski-consultorio
Consultório projetado por Carla Almeida em Passo Fundo (Fotos Rafael Czamanski, divulgação)

Na sala de atendimento, o isolamento foi finalizado com painéis em laca escura de alto-brilho, garantindo que as consultas transcorram com tranquilidade e segurança. Na parede oposta, o papel de parede vinílico claro, com padrão geométrico, empresta equilíbrio e impede que os tons escuros, que aparecem em vários elementos, se sobressaiam e pesem no visual. Por isso, o piso também é claro, porcelanato lembrando madeira, unindo duas qualidades num só produto: fácil manutenção e capacidade de transmitir uma agradável sensação de aconchego.

Indefectível divã

Este foi o segundo trabalho da arquiteta para a cliente psicanalista, facilitando o entendimento entre ambas. Uma das solicitações expressas, segundo Carla, foi uma “estante enorme” para acomodar livros e objetos. Tarefa plenamente cumprida, com o móvel que ocupa grande parte de uma das paredes do ambiente, em MDF finalizado em laca em três tonalidades: preto, chumbo e bege. Os nichos, que guardam livros e objetos trazidos de viagens, receberam fitas de LED, dando destaque a seu conteúdo.

Estante com diferentes dimensões de nichos
Estante com diferentes dimensões de nichos

A mesa de trabalho tem tampo em laca high gloss, enquanto a base é parte de um banco de bar, “retirei o assento e usei o pé de ferro para deixar o ambiente mais descontraído”, explica a arquiteta. A cadeira que a acompanha é em couro preto, material que se repete no pufe que fica ao lado de uma das aconchegantes poltronas de couro marrom, da Natuzzi. Indispensável no consultório de psicanálise desde que Freud a instituiu, o convidativo divã (foto ao alto) tem revestimento de linho bege, repetindo o tom predominante no tapete de pele bovina. A prática mesinha lateral redonda tem pés em madeira de demolição e tampo de vidro preto, e conjuga bem com a luminária que fornece um ponto de luz indireta perfeita para o recanto.

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes-6
Todas as escolhas levam vários fatores em consideração em um consultório

Apropriado para menores

A psicanalista também atende crianças e precisava de um espaço adequado para recebê-las que, no entanto, não deveria interferir no trabalho com os adultos, na sala principal. A solução foi dada pela estante vazada, em MDF com acabamento em laca, que permitiu criar dois ambientes sem a necessidade de paredes. O rebaixo no gesso também ajudou a demarcar com naturalidade a transição entre as áreas de atendimento infantil e adulto. A mesa destinada às crianças tem tampo de vidro e base Charles Eames Eiffel, mesma origem das cadeiras com pés cromados que a acompanham.

As persianas, em tela solar preta, são um item a mais de privacidade e contribuem para o conforto térmico, quebrando a luminosidade forte do sol da tarde. Na iluminação, Carla escolheu oferecer vários cenários, para que sejam utilizados de acordo com cada momento.

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes
Recepção tem superfície trabalhada

Além da sala de atendimento, o projeto do consultório incluiu lavabo (bem abaixo), copa e recepção. Para amenizar as dimensões reduzidas desta última, a arquiteta optou por instalar um painel em laca branca e MDF linho recortado a laser, com um revisteiro embutido e fundo iluminado. As poltronas são Charles Eames Eiffel. Carla teve cuidado especial com a iluminação, preferindo arandelas na parede para oferecer uma luz mais suave para os pacientes que saem da consulta.

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes-1
Copa

Na copa, a arquiteta mesclou vários estilos: granito preto no tampo da pia, cerâmica inspirada no tradicional clapboard americano numa das paredes, bancos industriais vermelhos e madeira de demolição no tampo no aparador, que serve de mesa para lanches, enfatizando bastante os tons amadeirados. Para completar, usou um frigobar retrô num vibrante amarelo, criando um espaço funcional e alegre.

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes-3

Convém ressaltar que, para criar um projeto de ambiente da área da saúde, é necessário um intenso planejamento, pois há regras específicas que precisam ser atendidas: a RDC-50 da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – é o regulamento técnico que normatiza esse planejamento para os locais de saúde, em âmbito nacional.

Carla Almeida Arquitetura

Graduada pela Unisinos em 2000, a arquiteta Carla de Almeida é especialista em Arquitetura de Estabelecimentos Assistenciais de Saúde. Atua nas áreas residencial, corporativa e de empreendimentos, com grande experiência em consultórios médicos. Em seu site, mantém um blog com dicas sobre arquitetura e decoração.

Rua Morom, 1324/403
Passo Fundo, RS

(54) 3314 5404(54) 99906 5404
sac@carlaalmeidaarquitetura.com.br

consultorio-carla-almeida-passo-fundo-eleone-prestes-2
Lavabo segue a proposta do projeto. Observe o revestimento na parede da pia

Texto Marjori Michelin

Mais de Equipe eleoneprestes.com

Cobertura na praia para morar: prática e elegante

Não são poucas as pessoas que sonham em um dia mudar-se para...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *