Marisa Ota, a alma da Paralela

Marisa Ota, Daniela e Beatriz - Crédito Kelly Fuzaro (1)
Marisa Ota, Daniela e Beatriz (Foto Kelly Fuzaro, Divulgação)
Por trás de uma grande feira, há uma alma que dá vida e sentido ao negócio. No caso da Paralela, a curadora Marisa Ota é o nome que tem trazido a feira que era realizada há 15 anos e, nos últimos, esteve no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) e atualmente no Pavilhão da Bienal, sempre em São Paulo. Marisa, mesmo em um momento daqueles que a gente chama olho do furacão, parou para responder algumas perguntas que enviei (veja mais abaixo). Sua força, foco e talento devem se multiplicar agora, porque entram duas novas sócias no negócio, Daniela Refinetti e Beatriz C. Mauro.

 

Poltrona de Leonardo Bueno na Paralela 2017
Poltrona de Leonardo Bueno
A feira será realizada de 24 a 27 de julho, no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, onde ficarão expostos o apuro técnico, a qualidade e criatividade de designers consagrados, talentos nascentes e artesãos habilidosos. Entre os expositores da 32ª edição da Paralela, estarão nomes como os designers Sérgio J. Matos, Leonardo Bueno e Carol Gay, a marca Carbono Design, os Estúdios Cipó e Iludi, Crafta Inteligente, Cristais Cá d’Oro e Sebrae DF. 

Poltrona de Leonardo BuenoENTREVISTA

eleoneprestes.com  Marisa Ota, o que era a feira Paralela de quando você a criou, há 15 anos, e qual a diferença da Paralela hoje?
Marisa Ota  A Paralela realizou seu primeiro evento no estúdio na Vila Madalena, num espaço de 80 metros quadrados. Foi uma necessidade do Projeto Design Solidário que precisava comercializar a produção do resultado desse projeto. Criado por designers estudantes holandeses da Design Academy Eindhoven, eram produtos que tinham em seu DNA o design e a sofisticação brasileira do fazer manual. Foi minha primeira experiência do casamento Design+Artesanato.
Criamos assim um circuito na Vila Madalena, onde vários ateliês participavam coordenados pela Paralela, fazendo parte desse circuito de venda para lojistas. Foi uma surpresa quando vários lojistas vieram nos visitar e criou uma movimentação no bairro. Esse frescor dessa produção começou a atrair cada vez mais lojistas de todo o território nacional. Hoje, a Paralela mantém em seu time o mesmo vigor de 15 anos atrás, mas com experiência e um grande aprendizado ao longo desses anos.eleoneprestes.com  O que levou a essa mudança?
Marisa Ota  Com a entrada de mais duas sócias que somam seus talentos à Paralela, ela se tornou mais profissional e forte. A credibilidade no setor de design como a feira que apresenta o melhor da produção nacional, que ao longo dos anos foi construindo uma identidade brasileira, soma de experiências e criatividade dos autores, designers, artesãos, artistas plásticos que conversam e criam uma sinergia dentro da feira.eleoneprestes.com   O lugar interfere na proposta?
Marisa Ota  Com o rigor de apresentar sempre uma seleção apurada da produção autoral do país, não poderíamos deixar de desvincular com o espaço. A identidade visual é bastante importante nessa marca que queríamos imprimir na Paralela.eleoneprestes.com E a entrada de Daniela Refinetti e Beatriz C. Mauro? Pode falar delas?
Marisa Ota  Dividir para somar é sempre bom. A Dani e a Bia têm carreiras de sucesso em marketing e mercado financeiro. Não bastasse, têm um olhar e apuro especiais para o design. São cabeças importantes para a nova Paralela. Juntas temos expertises complementares, que irão guiar novas estratégias e criar ainda mais valor para todos os nossos públicos.

eleoneprestes.com  Você já chegou ao formato ideal de feira Paralela ou ainda está construindo? Nesta edição de 2017, tem alguma área que predomine na feira?
Marisa Ota Sempre estamos trabalhando para o melhor, e nessa transição ficou mais claro ainda que queremos apresentar o melhor da produção nacional. Uma grande batalha sempre.
Mas mais do que nunca estamos fortemente concentradas em design, no design que está em constante mudança, cada vez mais rompendo barreiras e se alimentando das artes, do artesanato, e todas as manifestações que se misturam no nosso dia a dia.

eleoneprestes.com  E você tem um perfil de profissional que deseje expor?
Marisa Ota Trabalhamos o tempo todo em prospectar novas produções. Não temos idealizado um perfil, estamos em constante aprendizado.

Luminárias-Designer-Cadu-Silva-eleone-prestes
Luminárias de Cadu Silva

eleoneprestes.com Como deve ser o trabalho de um designer para estar na Paralela? O que ele precisa fazer para se habilitar?
Marisa Ota O critério é ter uma produção consistente e comprometimento com o resultado e seu cliente. O respeito profissional é a alma de um bom designer. Todos dependem de todos. Sem bons profissionais não teríamos a Paralela e vice-versa.

eleoneprestes.com Enfim, como é o seu trabalho de curadora da Paralela neste formato?
Marisa Ota Como dissemos, é uma constante procura. A prospecção é feita desde a hora que acordamos é um trabalho que não termina. Uma das delícias desse trabalho é visitar o artista no seu local de trabalho. Seja numa fábrica, num ateliê, enfim é onde sentimos o potencial, a carga criativa, como ele vive,o seu mundo diz e reflete o trabalho. É uma grande teia.

eleoneprestes.com Como é o seu trabalho de curadoria fora da Paralela? Que outras atividades você desenvolve, como a loja Hybrida, ou curadoria de exposições?
Marisa Ota O meu trabalho é conectado em todas as atividades que faço. Adoro todas as funções caseiras, acho que pela ligação com a casa. Tudo gira em torno dos objetos. O vestir, o comer, a diversão. Tudo que fala com a casa, do corpo. Recentemente abrimos uma loja no Museu da Casa Brasileira, a Tororó, projeto mais recente. Em agosto, estarei no Japão envolvida com um projeto da Arte Kogei.

Banco Baque
Banco Baque

PARALELA

A entrada é gratuita e exclusiva para lojistas e profissionais do setor. O credenciamento pode ser feito pelo site paralelafeira.com.br ou na entrada do evento até às 18h30min.

Quando: 24 a 27 de Julho de 2017, das 10h às 19h

Onde: Pavilhão da Bienal, Avenida Pedro Álvares Cabral – Parque do Ibirapuera – Portão 3 – São Paulo – SP

Visitação: Feira de negócios, focada em lojistas e profissionais da área. É proibida a entrada de menores de 16 anos, mesmo acompanhados. Indispensável a apresentação de CNPJ ou cartão comercial que comprove vínculo com o setor para ser considerado comprador.

Informações e contato: fone 11 2924 2409, e-mail contato@paralelafeira.com.br e site paralelafeira.com.br

Tags da matéria
, , ,
Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Paredes entrelaçadas pela arte de Magna Sperb

Tramas ora mais uniformes, ora errantes, como gavinhas em pleno crescimento – e...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *