Mariana Pesca Arquitetura cria varanda contemporânea para a CASACOR Santa Catarina

Um trecho da música Verde, imortalizada na voz de Leila Pinheiro, intitula a varanda projetada pelo escritório Mariana Pesca Arquitetura para a CASACOR Santa Catarina. Chamada de Verdejantes tempos, mudança dos ventos…, a área propõe uma reflexão sobre o estilo de vida atual, de constantes atualizações e rápidas mudanças. A mostra de arquitetura catarinense, que nesta edição traz o tema A Casa Viva, ocorre até 25 de novembro em uma charmosa casa na estrada Caminho dos Açores, em Santo Antônio de Lisboa.


Com uma linguagem contemporânea, o projeto foge da imagem bucólica comumente relacionada a este tipo de espaço. A varanda projetada pelas arquitetas Mariana Pesca, Elise Lacerda e Ivana Bernart não diferencia o ambiente interno do externo, por exemplo. “Isso vem ao encontro do lifestyle atual. Hoje em dia, tudo é para ser usado, não tem mais motivo para ter algo só por ter ou para mostrar. Estamos vivendo os extremos. Enquanto a tecnologia invade e muda nossas vidas, buscamos conexão com mente e corpo através de meditação e alimentação saudável. Por isso, o nome Verdejantes tempos, mudança dos ventos…”, explica Mariana Pesca.

Pensando nesta nova maneira de viver e administrar o tempo, elas uniram o sossego da área externa às funcionalidades da interna, criando um espaço que permite o convívio e a contemplação sem que as atividades do dia a dia sejam interrompidas. Nesta varanda contemporânea, a vida de dentro da casa segue. Uma pequena cozinha também foi planejada para momentos de descontração gourmet. “Pode-se receber amigos para uma refeição, para um bate-papo, reuniões informais. A ideia é que as atividades que acontecem dentro de casa possam seguir na área externa, como ler, receber e cozinhar”, complementa Ivana Bernart.

Com 185 m², o espaço respeitou as características já existentes na casa que recebe a mostra. Os arcos estruturais e as esquadrias foram mantidos, e as profissionais aproveitaram as venezianas existentes para desenvolver painéis com a mesma proposta, criando uma simbiose. O mobiliário da varanda, da Saccaro, também propõe um diálogo entre o outdoor e o indoor, com uma nova proposta de móveis de área externa que podem ser utilizados tanto dentro quanto fora da casa.

A mobília traz peças assinadas por designers consagrados, como a linha Soul, do catarinense Luan Del Savio para Saccaro, que será lançada nesta edição da mostra. O piso externo cinza, porcelanato Elizabeth que remete a uma pedra, faz a base neutra para os móveis se destacarem. Toldos triangulares tensionados por mastros, projetados pelo escritório, protegem parcialmente do sol ao mesmo tempo que trazem um efeito estético interessante. Já o piso interno, porcelanato que imita madeira, foi assentado na paginação espinha de peixe e traz uma contemporaneidade retrô.

As cores predominantes são branco, cinza, preto, madeira, tons de verde (do menta ao esmeralda) e tons de terracota, coral e rosé. Na fachada e dentro do percurso, as paredes são preenchidas com vegetação com sistema de irrigação programado, trazendo o verde de forma inusitada. Entre os destaques está um banco curvo em Corian com formas orgânicas, que “abraça” o canto do ambiente e possui carregadores de celular por indução no assento. Outro ponto alto são as luminárias em perfil metálico preto fosco em forma de arco, que remetem aos arcos existentes na edificação e foram o ponto de partida para todo o projeto. Tanto o banco quanto as luminárias são projetos do escritório, produzidos pela Infinita Superfícies e Decorinox, respectivamente.

“O estilo colonial da casa não foi ignorado, muito pelo contrário, foi enaltecido através das luminárias que projetamos que rebatem a iluminação para paredes e teto. Elas expressam a importância que tem para o escritório o desenvolvimento de uma arquitetura contextualizada e que valoriza o entorno. São elementos bem contemporâneos, que proporcionam aconchego devido a iluminação indireta e quente”, reforça Elise Lacerda.

O espaço gourmet traz o conceito stone box, com superfícies envelopadas em Dekton. O material tem a nobreza do mármore, mas a praticidade da superfície sintética. Prateleiras de banheiro, da Deca, viram apoio na cozinha. A cuba em Corian de sobrepor, estilo americano, faz a ponte do clássico com o contemporâneo. Há, ainda, pendentes assinados por Maurício Arruda, iluminando a mesa de jantar de forma não convencional, por meio de rebatedor. Ainda sobre a mesa, há uma instalação com os castiçais para velas e flores do designer Giovanni Wives, que aparecem também pendurados nas paredes.

Por fim, algumas peças autorais despertam reflexões e diferentes sensações. Cinco fotos de Patrícia Vieira e uma de Mariana Boro ilustram o ambiente. Há, também, a escultura Diálogos com o vento, interativa e suspensa, feita exclusivamente para o espaço pelo artista plástico Juliano Aguiar. O contraste e a relação entre interno e externo, bem como as reflexões perante as mudanças nos tempos, ficam evidenciados em diversas escalas e situações ao longo da varanda.

CASACOR Santa Catarina 
Data: 14 de outubro a 25 de novembro
Horário: De terça a sexta das 15h às 21h, aos sábados das 13h às 21h e aos domingos das 13h às 19h
Local: Casarão do Caminho dos Açores, Caminho dos Açores, 1410 – Bairro Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis
Entrada:  R$ 20 a meia-entrada, R$ 40 a entrada inteira e R$ 100 o passaporte

Mais de Equipe eleoneprestes.com

Mulheres na Arquitetura 2018

Inúmeros prêmios consagram arquitetos e designers no mundo todo. Neste ano, destaque...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *