Argentina Andrea Giunta será curadora da Bienal do Mercosul 2020

Curadora, escritora, professora e pesquisadora, a argentina Andrea Giunta foi anunciada na quarta-feira como a curadora chefe da 12ª edição da Bienal do Mercosul, que ocorrerá de 9 de abril a 5 de julho de 2020, em Porto Alegre. A megamostra de arte contemporânea vai explorar como tema a relação entre arte, feminismo e emancipação. O título da exposição e a equipe de curadoria serão anunciados no final do ano.

“As bienais são espaços privilegiados para analisar o estado do mundo da arte. O tema desta edição está no centro dos debates e das revisões críticas do cânone da arte. Porto Alegre é uma cidade ideal para atuar como caixa de ressonância e instrumento ativador de uma questão urgente. A Bienal pretende reunir posições radicais, abordá-las desde uma perspectiva internacional e latino-americana, e contribuir para um mapa ativo da transformação política das subjetividades no mundo contemporâneo”, afirmou a curadora, que atua como pesquisadora principal do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas da Argentina e professora de Arte Latino-Americana e de Arte Internacional na Universidade de Buenos Aires.

Giunta conta com uma ampla experiência na arte latino-americana no cenário internacional, em exibições, ensaios de revistas especializadas e catálogos de exposições, ensino e investigação acadêmica. Os campos de interesse da pesquisadora incluem a arte do século 20 e 21 da América Latina e do mundo. É autora de diversos escritos sobre a arte latino-americana, memória e política e a relação entre arte, gênero e feminismo na região.

“A proposta da curadora aborda os complexos problemas envolvidos no tema, tanto na exposição quanto no programa das atividades que serão desenvolvidas nos próximos dois anos. É uma bienal que apresenta enormes desafios, uma vez que aborda uma questão urgente para a arte e para a sociedade”, explica Gilberto Schwartsmann, diretor-presidente da Fundação Bienal do Mercosul.

A primeira atividade da 12ª edição do evento será um seminário no dia 6 de novembro, dentro da programação oficial da 64ª Feira do Livro de Porto Alegre, que terá a participação da curadora.

Foto: arteBA Fundación

Tags da matéria
,
Mais de Equipe eleoneprestes.com

Se essa escada fosse minha, se essa escada fosse nossa

O que eu não vejo, não existe. Certo? Errado. Porto Alegre tem...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *