Preto é o novo branco das porcelanas Holaria

Holaria-Black-Plissan-Geo
Vasos Plissan

Porcelanas Holaria se fossem tecidos virariam vestidos dos anos 1950, plissados, pregueados, drapeados com vincos profundos. As peças da linha para a casa emergem da mente da dupla de criativos Luiz Pellanda e Aleverson Ecker, de Curitiba, colegas de faculdade e parceiros de trabalho desde então. Conheci a primeira peça negra ainda no escritório na capital do Paraná, junto a uma avenida daquelas com paradas de ônibus que são tubos. Agora chegaram às mostras Casa Cor e compartilho aqui o resultado da nova cor que entra depois de anos de branco total, quebrado raramente por um esfuziante dourado do lado de dentro das peças.

Veja três propostas com peças black na Casa Cor Balneário Camboriú: no Studio, de Fernanda Eicke (foto Eleone Prestes), na Sala de Concreto, de Moacir Junior e Salvio Junior (foto de Daniela Bozzi/Divulgação Holaria) e no Estar Gourmet da Praia, de Tufi Mousse (foto Eleone Prestes), três ambientes excepcionais da Casa Cor recentemente encerrada em Balneário:

 

holaria-casacorbc

Porcelanas black da Holaria no ambiente de Tufi Mousse, Estar Gourmet da Praia, em Balneário Camboriú
Porcelanas black da Holaria no ambiente de Tufi Mousse, Estar Gourmet da Praia, em Balneário Camboriú

Veja mais versões black das porcelanas Holaria:

Holaria-Black-CoralNeve
(Fotos Daniela Bozzi/Divulgação Holaria)
Holaria-Black-Vento
Acho muito adequado nome desta linha: Vento
Holaria-Black-Mineral
Black Mineral
Holaria-Black-Columba-Columbina
Columbina
Holaria-Black-Coral-Eden
Coral Eden
Holaria
Valise
Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Bez Batti fala sobre pedra na Casa Cor RS

Talk com o escultor Bez Batti e o curador e gestor cultural Cézar Prestes na...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *