Mondrian inspira design de irmãos Fahrer

Banco Mondrian, irmãos Fahrer

A arte inspira o design dos irmãos Jack e Sergio Fahrer. Essa dupla de talentos lança duas coleções e duas reedições, com elementos planos e linhas retas. Tudo equilibrado entre as formas de materiais diversos como compensado naval e aço carbono. No caso da linha inspirada na obra de Piet Mondrian, batizada com o sobrenome famoso, naturalmente as cores primárias marcam os móveis e acessórios: cadeira, mesas de centro e lateral, estante, escrivaninha e vasos.

Bancos Mondrian, dos irmãos Fahrer (fotos divulgação)
Bancos Mondrian, dos irmãos Fahrer (fotos divulgação)

Coleções inspiradas

Riqueza de referências e histórias tornam as obras dos Fahrer ainda mais interessantes. Por exemplo, as 12 cadeiras Chair são inspiradas nas caravelas Clipper – uma das caravelas mais rápidas da história. A curva arredondada das embarcações está representada em quase todos os modelos de cadeiras da linha.

Rietvield está na gênese da criação do conjunto de cadeiras e sofá da coleção de nome, claro, Rietveld.  Nas estruturas dos móveis, os designers usaram a madeira Taeda, comum na fabricação de skates e instrumentos musicais. Couro nos encostos marca a linha, que tem em seus encostos botões delicados de madeira, desenhados por Sergio e Jack para a coleção.

E a referência escandinava não podia faltar: no design da cadeira Drop essa vertente marca a peça.

Cadeira Drop
Cadeira Drop

Reedições

Bancos DC3 e Copan ganharam mais uma edição com peças limitadas. Originalmente lançado em 2009, o banco DC 3 foi inspirado no famoso avião Douglas DC3, o modelo mais longevo da história da aviação. As linhas aerodinâmicas do avião foram adaptadas para o design do banco que tem um processo construtivo pioneiro e agora ganhou estrutura de compensado naval.

Bancos DC3
Bancos DC3

Um dos símbolos da cidade de São Paulo foi a inspiração dos designers para o banco Copan. O desenho da peça acentua a quebra de ângulos retos, tão fortemente presente na arquitetura de Oscar Niemeyer marcada pelas curvas. As chapas de concretos horizontais que cruzam a fachada do edifício foram referência para a construção do banco, de ncaixes precisos, feito de compensado naval.

Tags da matéria
, ,
Escrito por
Mais de Eleone Prestes

Feltragem: mulheres designers mostrarão do que sua arte é capaz

Dia 4 de agosto, a partir das 19h, e dia 6 de agosto,...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *