Arquiteta brasileira Carla Juaçaba vence prêmio da revista Architectural Review

A arquiteta brasileira Carla Juaçaba foi a vencedora do AR Emerging Architecture Awards 2018, da revista Architectural Review, prêmio que reconhece os jovens profissionais da arquitetura. O escritório dela, Carla Juaçaba Studio, receberá 10 mil libras em reconhecimento a projetos exemplares, como a Casa Santa Teresa (foto acima), no Rio de Janeiro, e a capela do Pavilhão da Santa Sé (foto abaixo), na Bienal de Veneza deste ano.

O estúdio brasileiro foi selecionado a partir de uma lista de 14 finalistas. Carla, carioca de 42 anos, formou-se na Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, onde mantém o escritório. Um de seus projetos de maior destaque foi o Pavilhão da Humanidade (foto abaixo), que abrigou a Rio+20, em 2012, projetado em parceria com a artista Bia Lessa. A proposta do Pavilhão foi a sustentabilidade, fator que é uma preocupação nos demais trabalhos da arquiteta.

Realizado este ano dos dias 28 a 30 de novembro, o Ar Emerging Architecture Awards é concedido desde 1999 pela revista inglesa, referência internacional em arquitetura e design. Ao reconhecer o Carla Juaçaba Studio como vencedor, o júri elogiou a “consistência e continuidade da arquiteta… de um simples pavilhão a uma residência familiar, a tenacidade e determinação para alcançar sua visão e trabalhar de perto no terreno”.

A arquiteta foi a primeira vencedora do prêmio arcVision – Women and Architecture, em 2013 e foi indicada ao Prêmio Mies Crown Hall Americas de 2018, organizado pela Faculdade de Arquitetura do Instituto de Tecnologia de Illinois. Também entrou na lista dos participantes da exposição principal da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018, ao lado de Paulo Mendes da Rocha e do GrupoSP.

Confira a lista completa de finalistas do AR Emerging Architecture 2018:
Carla Juaçaba Studio, Rio de Janeiro, Brasil (vencedora)
Yu Momoeda Architecture Office, Fukuoka, Japão (menção honrosa)
Johansen Skovsted Arkitekter, Copenhagen, Dinamarca (menção honrosa)
Aulets Arquitectes, Palma de Mallorca, Espanha (Prêmio Peter Davey)
Abari, Kathmandu, Nepal
Alejandro Guerrero | Andrea Soto, Zapopan, México
Ampuero Yutronic, Londres, Reino Unido
DOMAT, Hong Kong
OJT, New Orleans, Estados Unidos
Rosmaninho + Azevedo, Porto, Portugal
Studio FH Architects, Kampala, Uganda
Studio Weave, Londres, Reino Unido
T O B Architect, Dublin, Irlanda Titan, Nantes, França

Fotos e informações: Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU BR), Divulgação

Tags da matéria
, ,
Mais de Equipe eleoneprestes.com

Da pedagogia à arquitetura: como o método montessoriano revolucionou quartos de criança

Inspirado no método da educadora italiana Maria Montessori, o quarto montessoriano é...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *